Breaking

quarta-feira, 17 de outubro de 2018

Fake News - Haddad defende o incesto em seu livro

Fake News - Circula na internet um meme informando que Fernando Haddad, candidato do PT, escreveu um livro defendendo a relação sexual entre pais e filhos - incesto.

A mensagem, originalmente, foi espalhada pelo escritor e ex-astrólogo, Olavo de Carvalho, em suas redes sociais do Facebook e Twitter, e logo compartilhada por Carlos Bolsonaro, filho do presidenciável Jair Bolsonaro, como pode ser visto no print tirado do cache de sua página no Twitter pelo Archive.is, aqui.

Livro de Haddad defende o incesto, sexo entre pais e filhos #Fake #fakenews

A Verdade: Haddad não defende o incesto - sexo entre pais e filhos.




Depois que uma mentira é espalhada, fica bastante difícil convencer as pessoas que se tratava de uma mentira, em alguns casos, elas alegam que a verdade é mentira tentando tornar a verdade em mentira.

As pessoas, principalmente as movidas por ódio a um determinado tema ou inimigo, simplesmente acreditam naquilo que elas querem acreditar e se fecham para as verdades e desmentidos.

Mas nesse caso, envolvendo o livro de Fernando Haddad, "Em defesa do socialismo: por ocasião dos 150 anos do manifesto", publicado em 1998 pela editora Vozes, e a Fake news dizendo que Haddad é a favor do  incesto, a notícia falsa foi desmentida pelo próprio autor da mentira, Olavo de Carvalho, que publicou em seu Facebook a seguinte nota. (no print abaixo e no original, aqui e arquivado aqui)



Ainda que confessando ter "lido às pressas" e entendido de forma errada, Olavo de Carvalho, o intelectual especializado em astrologia, não perde o rebolado e deixa subentendido que Haddad, no livro, não condenou e nem foi favorável ao incesto.

Olavo apagou seu "mal-entendido" dizendo que Haddad quer liberar o incesto, da mesma forma, Carlos Bolsonaro apagou o seu replicamento da mentira de Olavo de Carvalho.




Mas tem um porém, a mentira já tinha sido semeada e compartilhada por milhares de pessoas no Facebook, Twitter e Whatsapp e continua sendo difundida até hoje.

Em nota, a assessoria de imprensa de Haddad afirma que o presidenciável é autor de cinco livros, duas teses acadêmicas, dezenas de artigos na imprensa e publicações científicas e que "nunca escreveu nada sequer semelhante ao que lhe foi atribuído, de forma desonesta, por Olavo de Carvalho". Haddad afirma ainda que foram tomadas as medidas judiciais cabíveis contra "essa difamação com objetivos políticos".

Quem busca a verdade precisa colocar em mente que quando uma notícia é por demasiada absurda, é preciso ter uma atenção redobrada na hora de acreditar e compartilhar.



Nunca mais caia em Boatos - SIGA O Boatos.info no Facebook


Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Adbox