Breaking

segunda-feira, 16 de abril de 2018

Mentira - Brasil irá sediar Copa 2018 se a Russia entrar em guerra?

Boato - Será verdade que o Brasil irá sediar a Copa 2018 caso a Rússia entre na guerra contra os EUA por causa da Síria? 

De acordo com boatos que circulam nas redes sociais, caso um país sede da Copa do Mundo de Futebol entre em guerra, a regra da Fifa diz que a realização do torneio volta para o país que sediou o evento anteriormente, que nesse caso seria o Brasil.

O rumor, mesmo sem ter uma lógica e noção minima de praticidade, tem sido fortemente compartilhado nas redes sociais com misto de alegria e desespero. Mas tudo não passa de uma grande chacota e vamos esclarecer o porquê.

Brasil irá sediar Copa 2018 se a Russia entrar em guerra?


Diversas versões do boato tem circulado nas redes sociais, uma delas diz:
Você sabiam que se o país que sediar a Copa do Mundo estiver em guerra a copa do mundo é realizada no último país que sediou a Copa? Imagine? A Russia entre em guerra com os EUA, a copa do mundo vem para o Brasil. Final da Copa do Mundo, Brasil x Alemanha no Maracanã, Neymar mete 7 gols na Alemanha, a gente ganha a Copa do Mundo, todo mundo fica feliz pra caralho e o Brasil supera a crise e volta a crescer de novo... EU ACREDITO

Mentira, Brasil irá sediar Copa 2018 se a Russia entrar em guerra.




Verificação dos fatos - ainda que o vergonhoso 7x1 que o Brasil levou da Alemanha desperte sonhos de vingança e sonhar é um direito de todos, principalmente no futebol, vale ressaltar que há uma grande diferença entre sonhar e delirar coisas sem nexo.

O caminho para se descobrir a verdade sobre se o boato do Brasil sediar a Copa do Mundo de 2018 é verdadeiro ou falso é bastante simples. Antes mesmo de se ler a balela já podemos colocar o cérebro para pensar, afinal, não há a minima condição estrutural para, em cima da hora, faltando 2 meses para o início do evento, o Brasil ou qualquer país sediar uma Copa do mundo. O regulamento teria que ser muito burro.

Então o passo seguinte é consultar o regulamento da Copa do Mundo. Nele não está previsto nada sobre o assunto. Ou seja, não fala nada sobre o retorno automático para a sede anterior.

Mas o que acontece se um país sede da Copa do Mundo entrar em Guerra? 

O mais provável é ocorrer uma análise da Fifa e dependendo da gravidade - em sentido de impacto mundial e envolvimento de diversos países - a edição pode ser adiada para que nova seleção de sede ser feita, ou, o mais provável e lógico,  cancelar o evento até a próxima edição, como ocorreu nas edições de 1942 e 1946, que devido a Segunda Guerra Mundial não foram realizados.

Simples assim.







Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Adbox