Breaking

terça-feira, 27 de fevereiro de 2018

Soldado da Policia do Exército é afastado a pedido da OAB

É Boato: circula nas redes sociais informa que o soldado Rocha da Policia do Exército (PE) teria sido afastado, a pedido da OAB,  para responder uma Investigação Disciplinar por agredir um traficante, com mais de 50 passagens na polícia por tráfico e homicídio, que se recusou a colocar as mãos na parede.

O boato, que pode ser visto, na íntegra logo abaixo, é acompanhado por 3 fotografias e um texto explicativo.


 Texto do Boato - SOLDADO DA PE AFASTADO A PEDIDO DA OAB
O Soldado da PE Rocha foi afastado para responder uma Investigação Disciplinar, após reclamação da OAB pelo motivo alegado de agressão a um traficante que recusou-se a colocar as mãos na parede, com mais de 50 passagens por trafico e homicídio; segundo a OAB o militante foi humilhado e jogando ao chão pelo Soldado Rocha, que caracterizou crime aos Direitos Humanos. 
Ao ser notificado o Soldado não conteve as lágrimas e se apresentou ao oficial para ser preso.

Não é verdade: Soldado da Policia do Exército é afastado a pedido da OAB


Publicidade:




Verificação dos Fatos - A intervenção federal no Rio de Janeiro que afastou a cúpula da Segurança Pública do Estado, substituída por interventores das forças armadas, gerou, como era de se esperar, uma enxurrada de boatos e rumores falsos, que, na maioria das vezes, buscavam o sensacionalismo para causar revolta popular.

O caso, falso por sinal, do soldado Rocha que chorou ao ser afastado a pedido da OAB por, supostamente, ter ferido a dignidade de um traficante, é um exemplo típico da industria milionária das fake news que gera tráfego absurdo para paginas e blogs inescrupulosos.

A princípio, podemos constatar facilmente que se trata de noticia falsa e infundada apenas fazendo a busca reversa das imagens no Google. Cada uma das fotos da grade de montagem do boato foi tirada em momentos e épocas diferentes.

A foto do PE imobilizando uma pessoa no chão foi tirada no dia 12 de fevereiro de 2012. durante episódios da greve da PM em Salvador, como pode ser visto aqui.

A segunda foto, do soldado chorando pertence a um soldado americano que cai em lágrimas por mais um amigo morto durante a guerra do Iraque em 2007, como pode ser conferido aqui.

Já a foto com os advogados, se encontra publicada no site da OAB em 15/06/2015 por ocasião da inauguração das novas instalações da OAB de Saquarema.





O boato, além de ter fotos aleatórias escolhidas na internet, não possui registro na grande mídia, somente em sites sensacionalistas que lucram com as falsa notícias.

Ora, não é preciso ser muito inteligente para perceber que se essa notícia fosse de fato verídica, inúmeros sítios, portais e blogs jornalísticos estariam fazendo um grande estardalhaço, inclusive as páginas garantistas que militam a favor dos direitos humanos.

Concluindo - São completamente falsos os rumores dizendo que um soldado da PE teria siudo afastado a pedido da OAB, por ter maltratado um traficante. Principalmente porque a OAB não possui esse poder.



Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Adbox