Breaking

sábado, 24 de junho de 2017

Menino que teve a testa tatuada foi encontrado morto - Boato

Boato circulando na rede informa que "menino que teve a testa tatuada foi encontrado morto".

O polêmico caso do adolescente de 17 anos que teve a testa tatuada com a frase “Sou ladrão e vacilão”, após ser acusado do roubo de uma bicicleta, parece que ainda tem muito assunto para render nos sites disseminadores de boatos e mentiras.

Menino que teve a testa tatuada foi encontrado morto


Já estava demorando para que os site boateiros, sempre repetitivos e sem criatividade, começassem a noticiar a falsa morte do menino que teve a testa tatuada.

Siga Boatos.info no Facebook
Siga o Boatos.info no Twitter: 

Antes de dar prosseguimento a verificação dos fatos envolvendo o boato do rapaz, é preciso esclarecer que: por se tratar de menor de idade e, ainda, por não ter sido comprovado que o roubo da bicicleta, não podemos, sob risco de processo, nos referir a ele como ladrão, apesar de assim desejarem muitos leitores juízes.

Vale acrescentar que, por uma questão de lógica, o termo "Menino", utilizado no titulo dessa matéria do boatos.info, é o mesmo utilizado no site que espalhou o boato.

Será verdade que o menino que teve a testa tatuada foi encontrado morto?

Publicidade:

Verificação dos fatos: A primeira coisa que chama a atenção no link compartilhado é a presença da url do G1 da Globo, mas, ao passar o mouse sobre a área da notícia, é mostrado o endereço bit.ly/gamaclickers, uma url encurtada através do serviço Bit.ly que, ao ser "desencurtada", revela o verdadeiro endereço do site: "http://noticiasnewsbr.esy.es/selton2".

Atualmente, ao clicar no link, ocorre uma série de redirecionamentos até se chegar a uma página da empresa de hospedagem de sites Hostinger com o seguinte aviso: "Opa, você excedeu o limite de uso de CPU"

Esse aviso, dado pela Hostinger, significa que o site, por ser hospedado na modalidade gratuita, só pode ter 200 visitantes por dia. Quando ocorre um constante excesso desse limite, a conta é suspensa. Em outras palavras, o site enganador não se encontra mais em atividade, embora ainda esteja sendo vastamente compartilhado na rede.

Uma busca no Google sobre o termo usado como isca, a morte do menino tatuado na testa, não retorna nenhum resultado confiável. Não existe essa notícia no G1.

O que se sabe de verdadeiro é que o rapaz se encontra internado em uma clínica particular no interior de São Paulo, em local  não divulgado para que o menino consiga ter "paz" para o tratamento e possa se recuperar do vício em álcool e drogas. 

O tratamento de recuperação do rapaz, apesar de ser em uma clinica particular, foi oferecido de forma gratuita pelos donos do local.

"É um lugar diferente dos outros por onde ele passou, pois é fechado e isso evitaria uma possível fuga dele no tratamento, como ocorreu outras vezes". - Revelou ao G1 o advogado Leonardo Rodrigues, que assiste a família.

Concluindo: É falsa a notícia de que o menino tatuado na testa foi encontrado morto. O boato foi espalhando por um site, cujo dono é burro o suficiente para o hospedar em um host gratuito que possui limitação de tráfego para apenas 200 pessoas por dia.

Participe do Boatos.info e mantenha-se informado sobre as verificações de fatos dos boatos e golpes na internet através do Whatsapp (21) 99844-0853 na Página do Facebook ou no Grupo do Facebook.


Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Adbox