Breaking

terça-feira, 16 de agosto de 2016

Pai canibal comeu o filho no Maranhão em ritual satânico : Notícia Falsa

Pai canibal comeu o filho no Maranhão


Volta circular na rede a noticia de que um pai canibal comeu o filho recém nascido no município de Tabubil, Nova Guiné província do Oeste do Maranhão, durante um ritual satânico.


Essa notícia já ficou famosa na internet em Fevereiro de 2011 e usou falsamente como gatilho para viralizar no brasil a falsa informação de que teria ocorrido no Maranhão. Apesar da noticia deixar claro que o ato bizarro tenha acontecido na Nova Guiné, muitas pessoas foram levadas a acreditar que teria acontecido no Brasil, mais precisamente no Estado do Maranhão. Não existe "Maranhão" na Nova Guiné.


pai canibal comeu o filho no Maranhão

Existem diversas versões para a foto bizarra que por motivos óbvios e está sendo exibidas aqui com tarja.  Uma delas aponta que o pai é inocente e teria resgatado o corpo do filho após uma chacina que teria ocorrido na Serra da Leoa.


A outra versão, relatada pelo Sidney Morning Herald , correu o mundo,conta que em Tabubil , Nova Guiná, um pai teria aparecido no meio da multidão durante um ritual de iniciação a feitiçaria. Revoltada , a multidão teria perseguido o pai canibal até a delegacia local, onde foi  preso após muita luta. A criança que teve seu cérebro parcialmente comido não sobreviveu.


O detido tinha longo histórico na policia por abuso de drogas pesadas que lhes causavam alucinações. Alguns boatos surgiram posteriormente dizendo que o pai canibal estaria sob efeito da Cloud Nine, uma droga falsamente acusada de induzir o usuário ao canibalismo que já foi matéria no Verdade Absoluta na postagem: Nova droga apreendida no Brasil: Cloud Nine Causa canibalismo?


A crença na feitiçaria e rituais profundamente enraizado na Papua Nova Guiné. Só em 2009, 50 pessoas foram mortas no contexto de vários rituais mágicos -. O número real é muito maior.


Concluindo; A noticia de que um pai canibal comeu o filho no Maranhão está classificada como falsa pois não aconteceu no Estado Brasileiro do Maranhão, e sim aparentemente, na Nova Guiné.



Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Adbox