Breaking

segunda-feira, 3 de agosto de 2015

A verdade: Se tornar pai ou mãe é o grande presente de vida, grupo do Facebook acusadado de pedofilia

Um boato que circulou no nas redes sociais em 2010, volta a circular na rede via WhatsApp, e faz muita gente sair em busca do grupo do Facebook "Se tornar pai ou mãe é o grande presente de vida" que seria acusado de promover pedofilia ao roubar fotos de crianças.

Leia a mensagem na íntegra sobre o suposto grupo de pedofilia no Facebook:

Se tornar pai ou mãe é o grande presente de vida


- «« ATENCAO!!!! Nao participem de um grupo criado no Face que se chama: "Se tornar pai ou mãe é o grande presente de vida". Este é um grupo criado por pedófilos para ter acesso às fotos. Por favor, compartilhem essa mensagem. Tendo filhos ou não. OBS: Quem informou foi a Promotoria da Infância e da Juventude. Ajudem a divulgar!!! »» (sic)

Será verdade que o grupo do Facebook " Se tornar pai ou mãe é o grande presente de vida" é um grupo de pedofilia?


Como foi dito anteriormente, esse boato é antigo e pode-se encontrar ele em diversos sites e blog, como no Blog Todos contra a Pedofilia que publicou o boato em 27 outubro 2010.


Em 13 de Fevereiro de 2011, a Folha de São Paulo fez uma matéria intitulada « Janelas indiscretas O desafio de combater o crime na rede.», que abordava o tema dos Crimes na internet, em especial o de pedofilia, que proliferam nas redes sociais como Orkut ( extinto) e  Facebook.  Na reportagem, o nome do grupo "Se tornar pai ou mãe é o grande presente de vida" aparece como denunciado na SaferNet Brasil, principal canal para denúncias de crimes cibernéticos no país.


O grupo de fato existiu, mas nunca foi ligado a pedofilia. Algum desafeto colocou esse estigma no grupo e espalhou o boato, e alguns internautas denunciaram o grupo na Policia Federal.


Hoje já não se encontra listado na caixa de pesquisa do Facebook, nenhum grupo denominado ""Se tornar pai ou mãe é o grande presente de vida". Se existe ele é secreto e dificilmente seria ligado a pedofilia.


Análise do boato de grupo de pedofilia do Facebook "Se tornar pai ou mãe é o grande presente da vida"


Uma simples leitura atenta a mensagem do boato podemos ver que ele é bem incoerente: Erros de Português não podem ser considerados como indícios de mentiras e boatos. É besteira achar que só porque um texto tem erros de português, significa que seja mentira ou seja uma isca para virus. Será que somente pessoas "letradas e cultas' podem passar avisos e alertas? Obvio que não! Então vamos esquecer esse aspecto de português mal redigido e focar no que interessa.


1- O suposto grupo teria sido criado por pedófilos para ter acesso as fotos: Não faz o menor sentido, pois pedófilos não tem interesse em fotos simples de crianças, eles buscam e compartilham entre si fotos referentes a suas sandices, e não fotos normais. Ainda que fosse verdade, por motivos óbvios o grupo não seria de fácil acesso.

2- Quem informou foi a Promotoria da Infância e da Juventude: Outra grande besteira. Além de não constar qualquer alerta de qualquer Promotoria da Infância e da Juventude em nenhum Estado do Brasil, não faz o menor sentido a mesma sair dando esse tipo de alerta, pelo contrário, as investigações são feitas de forma sigilosa para localizar junto a rede social os dados dos perfis pedófilos e criminosos. Se a PIJ ou qualquer órgão de combate a crimes de internet receber uma denuncia, eles mandam fechar a página e passam a investigar internamente.


CONCLUINDO: de fato existiu um grupo chamado "Se tornar pai ou mãe é o grande presente de vida" , mas não há qualquer registro de ação pedófila real que teria ocorrido no grupo, fora uma denuncia a SaFerNet que nada encontrou. Até 2013 era possível encontrar e entrar no grupo facilmente por meio de pedido de participação, mas no seu interior só haviam postagens de pessoas revoltadas que entraram nele por conta do boato, acusando o grupo de ser um grupo de pedofilia no Facebook.


Hoje o referido grupo não existe mais, a não ser que tenha se tornado secreto, mas é bem improvável que tenha conteúdo pedófilo, já que os órgãos Federais já investigaram o grupo e o mesmo obviamente é visado.


Grupos, fóruns e sites de pedofilia normalmente se encontram na Deep Web e não são localizáveis de forma fácil por pessoas comuns. De vez em quando algum idiota cria blogs gratuitos no Blogspot com esses tipo de conteúdo, mas a Google já consegue detectar esse tipo de conteúdo e deleta rapidamente.


O grande perigo hoje em dia se encontra no WhatsApp, esse sim provavelmente deve ter grupos restitos desse tipo de conteúdo criado com números de telefones com registros falsos.


Dica: Independente de ter grupos de Pedofilia no Facebook que pegam fotos de crianças ou não, é muito importante evitar colocar fotos comprometedoras de crianças em qualquer rede social, pois pessoas de má índole sempre podem fazer montagens. Evite postar fotos nuas, de biquíni ou em poses que possam ser usadas para montagens com objetos de conteúdo sexual.


Antes de postar uma foto seja sua ou de crianças, verifique bem se não são "comprometedoras' ou que possam dar margens a interpretações de duplo sentido.


 


Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Adbox